A+ A-
Artigos

Quem acompanha meus artigos sabe que acredito fortemente que tomamos as melhores decisões quando nos conhecemos de verdade. Já falei repetidas vezes da importância de descobrir e entender quais são seus valores de vida, propósitos e suas principais características, o que você faz bem e com facilidade e que outras pessoas não fazem. Também já mencionei que é interessante procurar saber como as pessoas te percebem, que marca é essa que você tem e que aparece quando elas pensam em você.

 

Buscar esse conhecimento sobre si próprio é importante porque nos leva a movimentos mais eficientes na vida. Às vezes, as pessoas perdem muito tempo tentando desenvolver aquilo que não faz bem apenas porque acredita-se que é isso que o mercado de trabalho quer e precisa. Tomamos decisões sem considerar o que desejamos, ou sem saber quem realmente somos.  

 

A verdade é que para construir uma carreira sólida e feliz é preciso colocar força naquilo que te diferencia. Para ajudar nessa caminhada eu sugiro que conheça a plataforma Bettha.com. Ela é gratuita e tem ferramentas muito atuais de autoconhecimento. Além de ajudar cada um a se conhecer melhor, também contribui para que o profissional se prepare para o mercado de trabalho. Como? Por meio de jornadas e missões com conteúdos de carreira, competências comportamentais e habilidades portáteis, importantes para toda e qualquer carreira.

 

O Bettha traz feedback imediato sobre quem é você e como os outros o percebem, tudo isso por meio de assessments desenvolvidos exclusivamente para contribuir para o autoconhecimento. Com o seu perfil definido, a plataforma ainda vai sugerir oportunidades de desenvolvimento, online e off-line, como cursos, livros e, claro, vagas em empresas que de fato tenham a ver com o perfil, estilo de trabalho e competências de cada um.

 

Além disso, é importante lembrar que só fazer boas escolhas na carreira não é suficiente. O mercado de trabalho exige uma evolução contínua e constante. Segundo pesquisas, uma habilidade adquirida hoje terá, em média, cinco anos de validade no mercado. Antigamente, esse prazo de relevância do conhecimento já foi muito maior. Outro ponto a ser levado em consideração é de que os modelos educacionais tradicionais não dão conta desta velocidade sozinhos, ou seja, precisam ser complementados com ferramentas e conteúdos que permitam individualizar o aprendizado e implementar em tempo real conteúdos que desenvolvam as habilidades e competências que o mercado exige. 

 

O objetivo do Bettha é possibilitar que o profissional conheça as carreiras, o seu estilo de trabalho e se desenvolver sempre, todo dia um pouquinho, seja no aspecto comportamental ou nas habilidades técnicas que o mercado espera do seu perfil. Além disso, ele pode ajudar a cada profissional a construir um portfolio que vai muito além do currículo, pois cada assessment realizado e conteúdo assistido conta pontos e compõe esse perfil que as empresas podem acessar e conhecer.

 

Lembre-se: diferente do passado, hoje, o plano de carreira deve ser construído e gerido por cada um de nós.

Mais artigos por Sofia Esteves

  • Será que trabalhar sem chefe é para você?

    Será que trabalhar sem chefe é para você?

    Algum dia, em determinado momento profissional da sua vida, você sonhou trabalhar em uma empresa em que não existissem chefes?

    Continuar Lendo »
  • Fortaleça seus relacionamentos, todos eles!

    Fortaleça seus relacionamentos, todos eles!

    "Quando você se dedica às pessoas, as pessoas se dedicam a você." Este é um pensamento de que gosto muito porque ele não se restringe apenas ao ambiente de trabalho. Pode ser aplicado em absolutamente todas as áreas da nossa vida.

    Continuar Lendo »
  • Uma dose de etiqueta profissional

    Uma dose de etiqueta profissional

    Para cada ambiente e situação existe um conjunto de comportamentos e um código de conduta - explícitos ou implícitos - que são valorizados. Este conjunto de comportamentos, adequado a uma determinada realidade, é o que chamamos de cultura organizacional. Procurar a área de recursos humanos e os líderes da companhia certamente é melhor forma de saber qual é a postura que ela espera identificar em você.

    Continuar Lendo »
  • Por que eu deveria fazer coaching?

    Por que eu deveria fazer coaching?

    Essa é uma pergunta que costumo ouvir com certa frequência. Porém, antes de responder eu procuro devolver o questionamento e pergunto se a pessoa sabe o que é o processo de coaching.

    Continuar Lendo »
  • 5 dicas de ouro para seu currículo não ser descartado antes de ser lido

    5 dicas de ouro para seu currículo não ser descartado antes de ser lido

    Há muito tempo sabemos que o currículo é o primeiro passo para quem quer ingressar, se reinserir no mercado de trabalho ou mudar de carreira. Porém, é preciso ir além nessa percepção e assumir, definitivamente, que o currículo é muito mais do que aquele papel em que você registra as informações-chave sobre sua formação e trajetória profissional.

    Continuar Lendo »
  • Novos desafios pedem profissionais com novas ideias

    Novos desafios pedem profissionais com novas ideias

    Tenho certeza de que, nos últimos tempos, você tem ouvido muito falar sobre a necessidade de inovação. Isso tem acontecido porque inovar é encontrar soluções estratégicas para a empresa antes que os problemas apareçam, assim o negócio se mantém competitivo.

    Continuar Lendo »
  • Carreira pública x Carreira privada: qual o melhor caminho?

    Carreira pública x Carreira privada: qual o melhor caminho?

    O processo de escolha de carreira deve ser feito com base nos objetivos de vida de cada pessoa. Essa, sem dúvida, é uma decisão individual e intransferível.

    Continuar Lendo »
  • Procastinação: Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje

    Procastinação: Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje

    Certamente você já ouviu essa frase que eu escolhi a dedo para ser o título desse texto. Arrisco a dizer, inclusive, que essa frase foi ouvida por diversas vezes, em diferentes situações e ditas pelas pessoas mais variadas de seu círculo.

    Continuar Lendo »
  • Escolha o trabalho que irá desenvolver e seja dono da sua agenda e rotina

    Escolha o trabalho que irá desenvolver e seja dono da sua agenda e rotina

    Você sabia que o trabalho por projeto, o chamado freelancer, é uma tendência do futuro do trabalho?

    Continuar Lendo »
  • Por que os treinamentos de 8h estão com os dias contados?

    Por que os treinamentos de 8h estão com os dias contados?

    Para responder a essa pergunta, primeiro é importante contextualizar a nossa relação com o tempo e com o consumo.

    Continuar Lendo »
  • 10 dicas para não “congelar” sua carreira na crise

    10 dicas para não “congelar” sua carreira na crise

    Sabemos que em tempos de crise tudo anda a passos mais lentos, mas isso não significa que sua carreira tem que parar no tempo e esperar por dias – muito! – melhores para evoluir, afinal de contas, você está aí, diariamente, dando o melhor de si no que faz. Certo?

    Continuar Lendo »
  • O que é disciplina para você?

    O que é disciplina para você?

    Em 2017 foi realizado o 43º Congresso Nacional de Gestão de Pessoas (CONARH), onde discutimos temas de extrema importância para quem atua com gestão de pessoas.

    Continuar Lendo »
  • Você está na empresa errada?

    Você está na empresa errada?

    Você sabia que 6 em cada 10 empregados dizem que a realidade do novo trabalho é bem diferente das expectativas que tinham durante o processo seletivo?

    Continuar Lendo »
  • Experimente antes de decidir

    Experimente antes de decidir

    Sabe aquele ditado “se conselho fosse bom, não se dava, vendia”?

    Continuar Lendo »
  • Descubra o que é preciso saber sobre o desafio global de atrair e desenvolver talentos

    Descubra o que é preciso saber sobre o desafio global de atrair e desenvolver talentos

    Há um tempo atrás, o instituto de pesquisa suíço IMD divulgou um ranking global que mede a capacidade dos países de atrair, desenvolver e reter talentos. Infelizmente, o Brasil caiu sete posições em relação ao ano anterior, agora, ocupamos o 52º lugar. Detalhe importante: o estudo engloba 63 países.

    Continuar Lendo »