A+ A-
Artigos

Agilidade nas decisões, organizações enfrentando disputas por espaços no mercado, pessoas tendo cada vez mais que tomar decisões de forma rápida, com responsabilidade e autonomia, indivíduo no centro, respeito às decisões do grupo, enfim, estas e outras mudanças no ambiente corporativo tornam urgente e necessário um novo papel do líder: líder ágil. 

Como primeiro passo, o líder precisa estabelecer uma relação de confiança construindo com a equipe um ambiente psicologicamente seguro, no qual cada integrante compreende seu papel dentro do grupo, sendo coautor e corresponsável pelo sucesso da equipe.

Para que isso possa acontecer, os líderes deverão ser capazes de se autoconhecer, com maturidade para externar suas vulnerabilidades, tolerando e assumindo erros e fraquezas próprias.

De acordo com Pia-Maria Thoren, em seu livro Agile People, os princípios da liderança a seguir orientam os líderes para a construção de equipes ágeis, responsáveis, autoconfiantes e capazes de atingir resultados extraordinários:

1) Propósito: Envolva e inspire pessoas em torno de causas nobres e arrojadas;

Propósito: Envolva e inspire as pessoas em torno da causa do trabalho, foque no “porquê” e não o “o que” ou no “como”

2) Valores: Lidere por meio de valores compartilhados. Tenha bom senso em suas decisões;

Construa um acordo de valores com a equipe e tome decisões baseadas nesses valores.

3)  Transparência: Torne as informações acessíveis para que a equipe possa se auto-regular, inovar, aprender uns com os outros. Evite restrições;

4) Organização: Cultive o senso de pertencimento e organiza-se em torno de equipes responsáveis.  Evite o comando/ controle das relações hierárquicas;

5) Autonomia: Crie um ambiente de segurança para que as pessoas possam tomar decisões. Não puna as pessoas que saibam utilizar a autonomia;

6) Clientes: Conecte sempre o seu trabalho àquilo que o cliente necessita. Haja com o foco do cliente entregando valor a ele.

Esses princípios ajudarão os líderes a resolver mais rápidos os problemas, melhorando os processos de gestão uma vez que torna as decisões menos burocráticas, estabelece um clima de confiança e dinamismo na equipe, ganhando ritmo nas decisões de forma conjunta.

Sobre os autores:

Carolina Veronica é analista de educação corporativa na Unibrad, especialista em Design Instrucional.

Gustavo Couto é Consultor e palestrante. Autor do manifesto agile de pessoas.