A+ A-
Artigos

Algum dia, em determinado momento profissional da sua vida, você sonhou trabalhar em uma empresa em que não existissem chefes?  Se sim, saiba que essa já é uma realidade em várias organizações. Hoje, algumas empresas trabalham no chamado modelo de gestão horizontal, que é caracterizado, justamente, por não possuir hierarquia.

 

Na gestão horizontal, não há relação de poder, chefes ou pessoas com ascensão sobre outras. Para que o trabalho seja desenvolvido, as decisões são tomadas coletivamente.

 

A tendência é que esse estilo de gestão seja implementado cada vez mais, já que há um encontro entre esse modelo e as características valorizadas pela geração que está ingressando no mercado de trabalho: inovação, desenvolvimento a partir da troca e de equipes colaborativas, autonomia, meritocracia, flexibilidade de horários etc. Esse encontro facilita na atração e retenção de talentos, um dos grandes desafios das organizações hoje (e no futuro).

 

O dia a dia dessas empresas funciona por meio de grupos de trabalho, projetos e desafios. Isso significa que, por muitas vezes, o colaborador pode tocar projetos como se fosse, de fato, dono do seu próprio negócio.

 

Embora em um primeiro momento possa parecer um sonho trabalhar em um lugar assim, será que o seu perfil profissional se adequa a esse modelo de gestão?

 

A primeira pergunta que você deve se fazer é: eu desejo me destacar dos demais e gostaria de conquistar posições de liderança? Se a sua resposta foi sim, então, saiba que trabalhar em uma empresa com gestão horizontal poderia deixá-lo, no médio prazo, desmotivado.

 

Além de não almejar cargos e promoções, trabalhar em uma empresa de gestão horizontal exige do profissional a absoluta administração de seu tempo, afinal, não haverá um gestor cobrando “tarefas”. Mas, em algum momento, você poderá ser solicitado a entregar atividades e resultados por diversos times, ao mesmo tempo. E essa característica já demanda mais uma habilidade: saber trabalhar em equipe. Nesse modelo de gestão ser colaborativo é imprescindível.

 

Trabalhar em uma empresa que não possui um chefe também vai exigir de você pró atividade, criatividade – para transformar um problema em oportunidade – e pensamento estratégico, afinal, são as suas ações e a dos demais que irão impactar no futuro da empresa.

 

Avaliar todas essas características e conhecer muito bem a si mesmo (quem você é, o que te mobiliza e o que te desmotiva) é muito importante para  decidir se uma oportunidade em uma organização como essa é para você. Essa análise fará toda a diferença em seu caminho profissional. Pense nisso!

Mais artigos por Sofia Esteves

  • Fortaleça seus relacionamentos, todos eles!

    Fortaleça seus relacionamentos, todos eles!

    "Quando você se dedica às pessoas, as pessoas se dedicam a você." Este é um pensamento de que gosto muito porque ele não se restringe apenas ao ambiente de trabalho. Pode ser aplicado em absolutamente todas as áreas da nossa vida.

    Continuar Lendo »
  • Uma dose de etiqueta profissional

    Uma dose de etiqueta profissional

    Para cada ambiente e situação existe um conjunto de comportamentos e um código de conduta - explícitos ou implícitos - que são valorizados. Este conjunto de comportamentos, adequado a uma determinada realidade, é o que chamamos de cultura organizacional. Procurar a área de recursos humanos e os líderes da companhia certamente é melhor forma de saber qual é a postura que ela espera identificar em você.

    Continuar Lendo »
  • Conhecer a si mesmo garante melhores decisões profissionais

    Conhecer a si mesmo garante melhores decisões profissionais

    Quem acompanha meus artigos sabe que acredito fortemente que tomamos as melhores decisões quando nos conhecemos de verdade.

    Continuar Lendo »
  • Por que eu deveria fazer coaching?

    Por que eu deveria fazer coaching?

    Essa é uma pergunta que costumo ouvir com certa frequência. Porém, antes de responder eu procuro devolver o questionamento e pergunto se a pessoa sabe o que é o processo de coaching.

    Continuar Lendo »
  • 5 dicas de ouro para seu currículo não ser descartado antes de ser lido

    5 dicas de ouro para seu currículo não ser descartado antes de ser lido

    Há muito tempo sabemos que o currículo é o primeiro passo para quem quer ingressar, se reinserir no mercado de trabalho ou mudar de carreira. Porém, é preciso ir além nessa percepção e assumir, definitivamente, que o currículo é muito mais do que aquele papel em que você registra as informações-chave sobre sua formação e trajetória profissional.

    Continuar Lendo »
  • Novos desafios pedem profissionais com novas ideias

    Novos desafios pedem profissionais com novas ideias

    Tenho certeza de que, nos últimos tempos, você tem ouvido muito falar sobre a necessidade de inovação. Isso tem acontecido porque inovar é encontrar soluções estratégicas para a empresa antes que os problemas apareçam, assim o negócio se mantém competitivo.

    Continuar Lendo »
  • Carreira pública x Carreira privada: qual o melhor caminho?

    Carreira pública x Carreira privada: qual o melhor caminho?

    O processo de escolha de carreira deve ser feito com base nos objetivos de vida de cada pessoa. Essa, sem dúvida, é uma decisão individual e intransferível.

    Continuar Lendo »
  • Procastinação: Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje

    Procastinação: Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje

    Certamente você já ouviu essa frase que eu escolhi a dedo para ser o título desse texto. Arrisco a dizer, inclusive, que essa frase foi ouvida por diversas vezes, em diferentes situações e ditas pelas pessoas mais variadas de seu círculo.

    Continuar Lendo »
  • Escolha o trabalho que irá desenvolver e seja dono da sua agenda e rotina

    Escolha o trabalho que irá desenvolver e seja dono da sua agenda e rotina

    Você sabia que o trabalho por projeto, o chamado freelancer, é uma tendência do futuro do trabalho?

    Continuar Lendo »
  • Por que os treinamentos de 8h estão com os dias contados?

    Por que os treinamentos de 8h estão com os dias contados?

    Para responder a essa pergunta, primeiro é importante contextualizar a nossa relação com o tempo e com o consumo.

    Continuar Lendo »
  • 10 dicas para não “congelar” sua carreira na crise

    10 dicas para não “congelar” sua carreira na crise

    Sabemos que em tempos de crise tudo anda a passos mais lentos, mas isso não significa que sua carreira tem que parar no tempo e esperar por dias – muito! – melhores para evoluir, afinal de contas, você está aí, diariamente, dando o melhor de si no que faz. Certo?

    Continuar Lendo »
  • O que é disciplina para você?

    O que é disciplina para você?

    Em 2017 foi realizado o 43º Congresso Nacional de Gestão de Pessoas (CONARH), onde discutimos temas de extrema importância para quem atua com gestão de pessoas.

    Continuar Lendo »
  • Você está na empresa errada?

    Você está na empresa errada?

    Você sabia que 6 em cada 10 empregados dizem que a realidade do novo trabalho é bem diferente das expectativas que tinham durante o processo seletivo?

    Continuar Lendo »
  • Experimente antes de decidir

    Experimente antes de decidir

    Sabe aquele ditado “se conselho fosse bom, não se dava, vendia”?

    Continuar Lendo »
  • Descubra o que é preciso saber sobre o desafio global de atrair e desenvolver talentos

    Descubra o que é preciso saber sobre o desafio global de atrair e desenvolver talentos

    Há um tempo atrás, o instituto de pesquisa suíço IMD divulgou um ranking global que mede a capacidade dos países de atrair, desenvolver e reter talentos. Infelizmente, o Brasil caiu sete posições em relação ao ano anterior, agora, ocupamos o 52º lugar. Detalhe importante: o estudo engloba 63 países.

    Continuar Lendo »