A+ A-
Destaques

Por que generalistas triunfam mais?

Por muito tempo, acreditamos em um único caminho para a excelência: começar cedo, se especializar logo, ter foco e buscar eficiência. Mas David Epstein, autor do livro “Range” (em inglês, “Alcance”), mostra que na maioria das áreas, o caminho para o sucesso é algo completamente diferente.

 

Argumentando contra a ideia de que a especialização focada leva ao sucesso, o autor David Epstein apresenta evidências convincentes de que os generalistas apresentam mais habilidade, criatividade e inovação para trabalhar em todas as áreas.

 

Ao estudar os “caminhos para a excelência” de indivíduos bem-sucedidos, psicólogos descobriram que “o mais comum foi um período de tentativas”, seguido apenas mais tarde por foco e uma estrutura maior. A partir disso, Epstein estudou atletas, artistas, músicos, inventores, previsores e os cientistas mais bem-sucedidos do mundo.

 

O que ele descobriu foi que na maioria dos campos — especialmente aqueles que são complexos e imprevisíveis — generalistas, não especialistas, são mais preparados para se sobressair. “Generalistas geralmente encontram seu caminho mais tarde e lidam com muitos interesses em vez de se concentrar em apenas um. Também tendem a ser mais criativos, mais ágeis e capazes de fazer conexões que seus colegas especializados não conseguem ver”, diz.

 

Provocante, Epstein argumenta que provas e experimentações diversificadas são componentes importantes da realização profissional. Nesse sentido defende que é preciso cultivar ativamente a ineficiência. Assim, falhar em um teste é a melhor maneira de aprender. Segundo o autor, quem desiste de um caminho para tomar outro com frequência acaba tendo as carreiras mais gratificantes. “Os inventores mais impactantes transitam por diversas áreas em vez de aprofundar seus conhecimentos em uma única esfera”, exemplifica.

 

Em um mundo cada vez mais obcecado pela especialização, Epstein diz que o futuro pode pertencer a generalistas. Em sua visão, à medida que a IA domina mais as habilidades antes reservadas a seres humanos altamente focados (especialistas), pessoas que pensam de forma ampla e adotam experiências e perspectivas diversas (generalistas) vão prosperar cada vez mais.

 

Seu conselho é que cada pessoa se envolva em uma variedade grande de tentativas e provas, faça desvios e experimente sem parar. E embora admita que “paixão e perseverança” de especialistas são importantes precursores da excelência, Epstein diz que, em um mundo complexo, interconectado e em rápida mudança, mudar de interesse ou recalibrar o foco como um generalista pode ser essencial para o sucesso.

 

Fonte: David Epstein