A+ A-
Destaques

Foco na Experiência do Colaborador

A Experiência do Colaborador (em inglês: Employee eXperience – EX) é um fator de diferenciação para atrair talentos, manter lealdade e ajudar a realizar todo o potencial do colaborador. Ela se traduz na forma como as pessoas trabalham, no ambiente em que realizam suas funções e em como se sentem a respeito do trabalho.

 

Colocar a Experiência do Colaborador no centro da estratégia pode não apenas ajudar a empresa a competir de maneira mais eficaz, atraindo e retendo talentos que vão trazer mais resultados para aumentar os lucros do negócio, mas também criar uma marca mais valiosa, atraindo ainda mais profissionais de qualidade, o que acaba gerando um círculo virtuoso.

 

Empresários e especialistas acreditam que a Experiência do Colaborador impacta diretamente na Experiência do Cliente. Não à toa, Richard Branson, CEO da Virgin, aconselha colocar os colaboradores sempre em primeiro lugar. “Se olhar primeiro para o seu pessoal, clientes e resultados vão ser recompensados”, diz.

 

Confira, a seguir, as dicas da consultoria Randstad para estimular uma Experiência do Colaborador efetiva, levando sua empresa a alcançar mais sucesso:

 

1. Cuide da Experiência do Colaborador, promovendo a marca e beneficiando resultados.

O que costuma atrair talentos é a reputação de ser uma empresa voltada ao desenvolvimento de pessoas, que empodera seus profissionais e estimula o pensamento crítico. Reconhecer a ligação que há entre a Experiência do Cliente e a Experiência do Colaborador é essencial. É uma ideia muito simples: quando os colaboradores se sentem bem cuidados, eles tratam os clientes com grande atenção e cuidado, e isso se traduz em fidelidade de clientes e retorno financeiro para o negócio. Cuidar do pessoal é essencial.

 

2. Faça o trabalho ser relevante.

Oferecer trabalho significativo pode fazer uma grande diferença para a Experiência do Colaborador. Mesmo que os salários não sejam os maiores, a empresa mantém a atratividade para quem busca fazer contribuições relevantes e progredir.

A iniciativa “Microsoft Garage”, por exemplo, estimula a “encontrar a próxima coisa que você não pode viver sem”. Oferecer propósito é um poderoso motivador. Esse caminho de solução de problemas inclui responsabilidade social e ações de caridade até eventos colaborativos. Além de promover uma cultura de inovação, esse tipo de iniciativa ajuda a manter as pessoas engajadas e motivadas. Também incentiva maior colaboração e parcerias duradouras entre as equipes.

 

3. Envolva os colaboradores na elaboração do seu ambiente de trabalho.

Estimular os colaboradores a transformar o ambiente de trabalho ajuda a engajar os profissionais. Isso vai além de apenas pensar áreas de descanso ou num ambiente confortável, por mais importante que isso seja. O design da Experiência do Colaborador inclui o espaço virtual e físico. A prioridade é ajudar a equipe a se conectar, liberá-la das tarefas desnecessárias e aproveitar as principais informações de dados que avaliem relacionamentos, e níveis de colaboração para atingir objetivos.

Pensar a Experiência do Colaborador em relação ao ambiente também inclui autonomia e empoderamento na maneira como as pessoas trabalham, juntamente com a cultura e a confiança que dão apoio a isso. O debate construtivo cria aprendizados, alta performance e cultura saudável.

 

4. Apure dados, análises e o entendimento dos colaboradores.

A análise de dados de talentos pode ajudar a otimizar o engajamento e a performance dos colaboradores. Conectar isso com recursos de capacitação self-service, como feedback instantâneo e treinamento sob demanda, pode não apenas melhorar a Experiência do Colaborador diretamente, mas também alimentar as análises com dados mais aprimorados.

A análise de dados não é mais algo exclusivo da área de TI. O RH ??tem uma quantidade crescente de dados à sua disposição que permitem avaliar o comportamento, as expectativas e as possíveis frustrações dos colaboradores. Os resultados podem ser usados ??para fortalecer o engajamento e a retenção, bem como o bem-estar das pessoas, evitando sobrecarga e estresse.

 

Fonte: Randstad