A+ A-
Destaques

Benefícios da automação no trabalho

Especialistas dizem que a adoção da Inteligência Artificial (IA) pode ajudar as empresas a aumentar a produtividade. Entre seus benefícios estão aumento da produção, maior qualidade, consistência aprimorada e confiabilidade, além de menores custos financeiros. Segundo dados do MIT, por exemplo, depósitos equipados com robôs processam quatro vezes mais a quantidade de pedidos do que aqueles que ainda não adotaram a automação.

 

Para colaboradores, a vantagem de automatizar tarefas rotineiras e repetitivas é permitir que os profissionais passem mais tempo focados em tarefas criativas que agregam mais valor à empresa e seus clientes. Além disso, as empresas vão poder reformular a forma de desenvolver habilidades em profissionais altamente qualificados, conhecedores e experientes para que usem a IA na expansão do seu trabalho.

 

Já é evidente que o uso crescente de mecanismos inteligentes e robôs vai gerar novos papéis e situações no trabalho. E, apesar do medo que isso produz, o cenário de robôs colaborando ao lado de humanos vai criar uma força de trabalho futura inteiramente nova.

 

Nesse sentido, os autores do livro Only Humans Need Apply, Thomas Hayes Davenport e Julia Kirby, afirmam que é preciso ver as vantagens da automação e robótica que podem nos ajudar a trabalhar melhor e mais rápido. “Em vez de ver as máquinas como intrusos competitivos, é preciso vê-las como colaboradores para a resolução criativa de problemas”, ressaltam.

 

Do mesmo modo, Scott Abel, estrategista de conteúdo e fundador da The Content Wrangler, diz que para evitar ser descartado pela automação é preciso primeiro aprender tudo o que puder sobre a IA, a fim de trabalhar de forma mais eficiente e efetiva. “Há muitas oportunidades de aprendizagem online: conferências, práticas, associações, etc., que apontam os avanços na IA. Também é importante desenvolver uma área de especialização, mas não ficar limitada a ela”, diz.

 

 “Há boas razões para se preocupar com o futuro do trabalho — e com seu lugar no mercado, assegurando que não será substituído por robôs. No entanto, não devemos assumir o pior. Muitas tarefas atualmente realizadas por seres humanos vão ser automatizadas. Mas isso não é motivo para acreditar que o futuro do trabalho é obscuro. Para mim, o futuro do trabalho promete. Certifique-se de estar preparado. Seja parte da solução, não parte do problema”, destaca Abel.

 

Em última análise, quem quiser se manter relevante para o mercado de trabalho vai precisar desenvolver a capacidade de aprender constantemente. Inclusive desaprender ou reaprender, conforme o caso.

 

Fonte: Content Wrangler