A+ A-
Destaques

O que são algoritmos e qual seu impacto?

Se você usou muito a Internet na última década, já ouviu falar de algoritmos — essas linhas de código de computador que selecionam e controlam dados. Em nossos smartphone, tablets e outros dispositivos digitais, os algoritmos são responsáveis pelos elogios às nossas viagens no Uber, às sugestões de perfis para nos conectar nas redes sociais, além de dicas de séries, filmes ou produtos para consumirmos.

 

Mas o que é, de fato, um algoritmo? Um algoritmo é um método passo a passo detalhado de instruções para executar uma operação ou resolver um problema.

 

Em uma abordagem não técnica, usamos algoritmos em tarefas diárias, como em uma receita para assar um bolo ou um manual do tipo faça-você-mesmo. Tecnicamente, um algoritmo é um procedimento bem definido que recebe entrada (input) e produz saída (output). Além de listar instruções detalhadas para executar uma operação, o algoritmo é muito usado no processamento de dados, em cálculos e outras operações matemáticas e afins. Também é usado para manipular dados de várias maneiras, como inserir um novo dado, procurar ou classificar um item específico, entre outras funções.

 

Em termos de eficiência, vários algoritmos são capazes de realizar operações ou resolver problemas de maneira fácil e rápida. As duas características mais importantes de um bom algoritmo são: resolver uma questão e fazer isso com eficácia.

 

Atualmente, em todas as ciências ou áreas do conhecimento, novos algoritmos permitem que informações massivas sejam controladas, para realizar coisas relevantes e importantes para as pessoas.

 

Na Biologia, por exemplo, novos algoritmos são continuamente elaborados com o propósito de construir estruturas moleculares que ajudam a descobrir drogas para combater doenças. Na Física, algoritmos simulam padrões atmosféricos e do clima e outros são capazes de buscar e analisar uma vasta quantidade de dados sobre as estrelas no universo, que são coletados por telescópios automatizados.

 

A previsão é que, à medida que se tornam mais onipresentes, os algoritmos vão passar a tomar mais decisões importantes pelos humanos.

 

Para saber mais sobre algoritmos, assista à palestra “Como algoritmos moldam nosso mundo”, de Kevin Slavin, no TED, clicando aqui!

 

Fonte: Deseret/NewScientist