A+ A-
Destaques

Diversidade: vantagens para o negócio

Muitas pesquisas mostram que a diversidade traz muitas vantagens para uma organização: maior lucratividade e criatividade, governança mais forte e melhores habilidades para a resolução de problemas. Profissionais com formação diversificada contribuem com perspectivas, ideias e experiências próprias, ajudando a criar organizações resilientes e eficazes, que conseguem superar negócios que não investem na diversidade.

Um estudo do Boston Consulting Group constatou que empresas com equipes de gestão mais diversas têm receita 19% maior devido à inovação. Essa descoberta é significativa para empresas de tecnologia, startups e setores em que a inovação é a chave para o crescimento. Isso mostra também que a diversidade não é apenas uma métrica a ser buscada. Na verdade, é parte integrante de um negócio bem-sucedido em resultados.

Segundo Vijay Eswaran, presidente do QI Group of Companies, alcançar mais diversidade não é apenas um imperativo moral. “A diversidade no local de trabalho é um trunfo para as empresas e seus colaboradores por sua capacidade de promover a inovação, a criatividade e a empatia de um jeito que ambientes mais homogêneos raramente conseguem. Isso porque atualmente quanto mais inovadora, mais lucrativa será a empresa”, diz.

Para Eswaran, há muito a aprender sobre diversidade e inclusão com líderes que têm foco nisso, mas é importante lembrar que as iniciativas de cada empresa variam entre si. “Diversidade significa coisas diferentes para pessoas diferentes, e as organizações devem respeitar essas definições em suas empresas”, alerta.

Além disso, diversidade e inclusão não devem ser abordadas como uma campanha única nem ser uma iniciativa pontual. Promovê-las no local de trabalho deve ser uma ação contínua, mantida e estimulada para garantir sua eficácia. Para que uma mudança real aconteça, todo líder precisa apoiar o valor de pertencer — tanto intelectualmente quanto emocionalmente.

“O mundo dos negócios só vai conseguir promover uma mensagem em favor de uma sociedade mais diversa e tolerante se for capaz de se unir e ser mais engajado e vocal do que tem sido até hoje”, conclui Eswaran.

 

Fonte: WEF