A+ A-
Destaques

Como avaliar colaboradores remotos

Alguns gestores acham que trabalhar remotamente é uma forma que limita o controle sobre os colaboradores, que são imaginados em casa fazendo nada. Outros acham que o trabalho remoto aumenta a produtividade geral e reduz a necessidade de microgestão. As duas opiniões são válidas, já que o trabalho remoto funciona muito bem para uns, mas pode ser um desastre para outros.

 

A única certeza é que o trabalho remoto é cada vez mais popular e há questões que precisam ser enfrentadas para que ele funcione. Por exemplo, como dar feedback a equipes remotas de maneira eficaz? Como se comunicar para que cumpram suas responsabilidades e trabalhem direito no que foi solicitado?

 

Aqui estão algumas dicas das especialistas Debbie Vasen e Ann MacDonald, para dar feedback a colaboradores remotos e ter um grupo de profissionais mais produtivos e motivados:

 

1. Não assuma que “nenhuma notícia é uma boa notícia”

Conectar-se a profissionais remotos não acontece com regularidade, ninguém esbarra ou cruza com eles no elevador ou corredor. Essa falta de contato regular pode gerar incerteza sobre seu status e desempenho. O ponto é que a falta de notícias ou de comunicação pode fazer com que um profissional se sinta isolado e inseguro.

O segredo é fazer contato constante com um ritual agendado. Não espere por um boletim informativo mensal ou revisão anual; determine um horário e dia fixo para verificar seus colaboradores remotos. Pequenos truques, como ter uma lista de nomes em sua mesa para mantê-los na mente ou colocar lembretes em sua agenda, podem ajudá-lo a manter essa prioridade. Em seguida, reserve tempo para contatar um ou dois deles todos os dias.

Além disso, não espere para dar boas notícias. Se notar algo admirável que um deles fez, avise essa pessoa instantaneamente com um rápido comentário.

 

2. Escolha o melhor meio para se comunicar

No ambiente de trabalho, estamos acostumados a confiar em várias mídias para nos comunicar. Enviamos vários ??textos e mensagens instantâneas por dia. No entanto, essas mídias não são apropriadas para dar feedback a quem trabalha remotamente, pois não possuem as nuances de uma conversa falada. Especialmente para feedbacks críticos ou difíceis.

Por outro lado, não reserve o contato telefônico só para as coisas “ruins”. Do contrário, agendar um bate-papo por telefone pode virar prenúncio de problema. É claro que um texto é bom para confirmar uma informação ou enviar um reconhecimento rápido, como: “Ouvi dizer que você ganhou uma nova conta. Ótimo trabalho!”. De todo modo, reserve conversas mais intensas para o telefone. E quando quiser um efeito mais significativo, lembre-se que reconhecimentos públicos têm um peso maior, pois todos adoram que o mundo veja o que estão fazendo certo!

 

3. Seja específico ao fazer elogios

Raramente um feedback vago ou ambíguo vai ser útil a colaboradores remotos, seja positivo ou negativo. Embora não seja difícil dizer a alguém: “Você está fazendo um ótimo trabalho", é muito mais produtivo dizer exatamente quais aspectos da performance você quer que o profissional remoto continue demonstrando. Exemplos de bom feedback específico incluem:

 

• “Esse relatório foi muito bem pesquisado e organizado. Isso nos ajudará a implementar estratégias mais eficientes este ano!”

• “Eu vi que seu mais recente disparo de marketing gerou 7.200 novos leads de vendas. Isso é o dobro do que o anterior fez. Bom trabalho!”

 

Detalhes específicos tornam o comentário mais significativo e ajudam a enviar mensagens sobre como eles podem continuar sendo bem-sucedidos. Tente fazer todo feedback ser pessoal e exclusivo. Mensagens padronizadas não têm impacto, mesmo se forem regulares.

 

4. São necessários 10 pontos positivos para neutralizar um negativo

Nem todos os comentários podem ser positivos, mas é importante observar que o feedback negativo tem um impacto muito maior em qualquer colaborador. Gestores em geral estão ocupados e muitas vezes não têm tempo para entrar em contato até que apareça um problema. No entanto, a comunicação intermitente com peso negativo deixa colaboradores remotos frustrados e menos produtivos.

Quando der feedback negativo para profissionais remotos, use o método sanduíche. Comece com um positivo, depois dê o negativo e termine com outro positivo. A chave é não terminar a conversa deixando a pessoa lidar com o negativo.
Na verdade, todo feedback dirigido a colaboradores remotos deve ser construtivo. Assim como um comentário positivo — “você está fazendo um ótimo trabalho” — não fornece detalhes suficientes; um feedback negativo mal articulado não vai produzir os resultados desejados. Lembre-se: o trabalho do gestor é garantir que a equipe alcance as metas. Assim, dar informações úteis e construtivas promove o sucesso de todos.

 

5. Certifique-se de estimular uma comunicação de mão dupla

Com profissionais remotos, é fácil transformar o feedback em algo automático para seguir em frente. No entanto, há muito que aprender de sua equipe remota. Aprender sobre eles, seus objetivos e desafios pode ajudá-lo a fazer uma gestão mais produtiva. Você também pode aproveitar o frescor de seu olhar em novos planos e ideias. Por não estarem imersos no dia a dia do projeto, colaboradores remotos, muitas vezes, conseguem entender os objetivos maiores de sua organização. O feedback deles pode ser inestimável. E, ainda por cima, você consegue fazer com que se sintam mais incluídos no time.

 

Fonte: Remote.co